Hamon do Brasil

SISTEMAS DE REMOÇÃO DE GÁS ÁCIDO

Sistema de Tratamento para Dessulfurização Gases (FGD): sistema desenvolvido com tecnologia para remoção de dióxido de enxofre (SO2) gerado pela combustão de combustíveis fósseis tais como carvão, petróleo, orimulsão, lixo sólido municipal, pneus de automóveis além de processos industriais como, indústrias de refino de gasolina, produção de cimento, papel, vidro, aço, ferro e cobre. Sendo um dos principais responsáveis pelas chuvas ácidas, o SO2 (dióxido de enxofre) passou a ter as emissões aos meio ambiente controladas pela principais nações industrializadas do mundo.
Os sistemas de Dessulfurização do Grupo Hamon, hoje são responsáveis pelo tratamento de gases provenientes da geração de mais de 65.000 MWs em todo o mundo, além de outras aplicações de classe industrial. 

A Hamon é especialista em projetar e fornecer:
 

  • Sistemas de Injeção a Seco de Adsorvente
  • Lavador Circulante de Leito Fluidizado
  • Sistemas Semi-Secos com Atomizadores Rotatórios ou Bicos de Spray
  • Sistemas Úmido com Cal ou Calcário
  • Dessulfurização com Água Salgada
  • Lavador de Gases Úmido (Refinaria, licença da ExxonMobil)

     
  • Dessulfurização - Sistema Seco

    Lavador de Gases a Seco, através da injeção de cal seca ou bicarbonato de sódio, para controlar as emissões de gás ácido, provenientes principalmente de fontes de combustão como, caldeiras industriais, incineradores de lixo municipal e hospitalar e processos industriais como fornos para vidro.





     

                     

    Dessulfurização - Sistema Semi-Seco

    Seco Sistema de Tratamento de Gases – Sistema Semi-Seco: os gases de combustão são introduzidos em uma torre de absorção nde o fluxo gasoso entra em contato com a solução aquosa de adorvente alcalino atomizado, em geral um adsorvente à base de cálcio como Ca(OH)2, NaOH, Na2CO3 ou CaO.

    Os gases ácidos são absorvidos pelas gotículas do adsorvente e reagem para formar sais sólidos. A alta temperatura do fluxo gasoso é suficiente para que as gotículas de água evaporem, assim o produto da reação é coletado na forma sólida e seca

    O efeito de resfriamento e umidificação da fluxo gasoso quente aumenta a eficiência da coleta em comparação à simples injeção seca.   
     

             


    Dessulfurização - Sistema úmido

    Lavadores de gases – Sistema Úmido são equipamentos dimensionados para o tratamento do fluxo gasoso contaminado, este entra em contato, no contrafluxo, com a solução de lavagem, e através de uma reação química entre o líquido de lavagem e o fluxo gasoso temos a neutralização dos contaminantes. O projeto do lavador depende das condições do processo industrial e da natureza dos contaminantes envolvidos. Os lavadores de gases – via úmida, podem ser projetados para coletar material particulado e/ou poluentes gasosos através da captura das partículas do contaminente pelas gotículas líquidas ou pela dissolução de gases poluentes no líquido de lavagem.

    A Hamon e a ExxonMobil Research & Engineering Company (EMRE) tem um acordo exclusivo de licenciamento para o fornecimento de Lavadores de Gases – via Umida,e a Unidade de Tratamento dos resíduos líquidos gerados pelo lavador de gases como tecnologia de controle de poluição do ar para Unidades de Craqueamento Catalítico Fluidizado de Refinarias (FCCU).